VIAGEM, TURISMO E AVENTURA: Caratinga, Minas Gerais - Terra do Menino Maluquinho

Caratinga, Minas Gerais - Terra do Menino Maluquinho




No Circuito Turístico Rota do Muriqui com diversas cachoeiras propícias a banhos em seu território, além das lagoas
CONHEÇA UM POUCO DE CARATINGA. TERRA NATAL DE ZIRALDO. CRIADOR DO MENINO MALUQUINHO
AQUI, CARATINGA ENCRAVADA NAS MONTANHAS DE MINAS
Copyright "Marco Antonio Caldei..."
Caratinga faz parte do Circuito Turístico Rota do Muriqui. Dentre os principais atrativos naturais cabe ressaltar a RPPN Feliciano Miguel Abdalla, que constitui um dos principais remanescentes de Mata Atlântica de Minas Gerais e abriga o muriqui-do-norte, conhecido por ser um dos maiores primatas das Américas. A reserva é utilizada para estudos de cientistas de diversos países, mas também é aberta para o ecoturismo.





Fazendas e propriedades rurais, algumas de origem centenária, propiciam o turismo rural. O município conta com diversas cachoeiras propícias a banhos em seu território, além das lagoas, das quais se destacam da Silvana e do Piau. A Lagoa Silvana abrange uma área de recreação localizada próxima a Ipatinga, que oferece trilhas, praias, restaurantes e área de Camping. (Wikipédia)
BR 458 no trevo de acesso para a cidade de Caratinga, MG (Wikipédia)
Próxima à zona urbana, está localizada a Pedra Itaúna, que concede valor paisagístico à cidade e é utilizada para a prática de esportes radicais. Outros marcos presentes no perímetro urbano são: a Praça Cesário Alvim, cujas obras tiveram início no século XIX e foram complementadas pela construção da Catedral São João Batista, ao seu lado, por volta de 1930, e de seu coreto planejado por Oscar Niemeyer em 1980, o Santuário de Adoração Perpétua, utilizado para preces e adorações de fiéis Católicos;


o Palácio Episcopal, que serve como residência dos Bispos da Diocese de Caratinga e foi inaugurado em 28 de abril de 1944; e a Escola Estadual Princesa Isabel, que foi fundada em 24 de agosto de 1909 e cujo prédio preserva suas características originais.
Hospital Nossa Senhora Auxiliadora da cidade de Caratinga, MG (Wikipédia)
Lagoa Silvana da cidade de Caratinga, MG (Wikipédia)
Vista aérea da cidade de Caratinga, MG (Wikipédia)
Vista parcial da cidade de Caratinga, MG (Wikipédia)
Crianças da escola Municipal de Caratinga, MG (Wikipédia)
Santuário de adoração perpétua em Caratinga, MG (Wikipédia)
Bairro da cidade de Caratinga, MG (Wikipédia)
Entorno da cidade de Caratinga, MG (Wikipédia)
Centro da cidade de Caratinga, MG (Wikipédia)
Menino Maluquinho, símbolo de Caratinga, MG (Wikipédia)



Parcial da cidade de Caratinga, MG (Wikipédia)
Prefeitura Municipal de Caratinga, MG (Wikipédia)
Rua central da cidade de Caratinga, MG (Wikipédia)
Lagoa do Piau em Caratinga, MG (Wikipédia)
Caratinga, MG (Wikipédia)
Copyright "Igor Drumond Soares"
ÁREA CENTRAL
Copyright "Mohammad Alberth"
AVENIDA MOACYR DE MATOS
Copyright "Mohammad Alberth"
VISTA DE UM BAIRRO
Copyright "Marco Antônio Caldei..."
BR 116 CORTANDO A CIDADE
Copyright "Mohammad Alberth"



MORRO DA ANTENA
Copyright "Flea"
UMA DAS MUITAS PRAÇAS DA CIDADE
foto - Mohammad Alberth
PRAÇA GETÚLIO VARGAS
foto - Mohammad Alberth
AQUI, O TRADICIONAL CORETO DAS CIDADES DO INTERIOR. NESTE CASO, EM CARATINGA, O DESIGN EH TOTALMENTE INOVADOR.
Copyright "?"
ESTA EH UMA DAS CACHOEIRAS DA REGIÃO.
Copyright "Chraisller Abrantes"
VEJA AS BELAS IGREJAS DA CIDADE
ESTA EH A CATEDRAL DE SÃO JOÃO BATISTA.
foto - Mohammad Alberth
AQUI, A CATEDRAL VISTA DE OUTRO ÂNGULO
Copyright "Marco Antônio Caldei..."
ESTE EH O INTERIOR DA CATEDRAL. EXUBERANTE.
foto - Mohammad Alberth
ESTA EH A IGREJINHA DO ROSÁRIO.
copyrigth "Altemiro Olinto Cris..."
IGREJA XV DE NOVEMBRO
foto - Mohammad Alberth



AQUI, A CATEDRAL VISTA DE CIMA
copyrigth "Igor Drumond Soares"
SANTUÁRIO DE ADORAÇÃO PERPÉTUA
foto - Mohammad Alberth
AQUI, UMA DAS CONSTRUÇÕES DA CIDADE (aqui funciona uma rádio local)
foto - Mohammad Alberth
AQUI, A ZONA RURAL DA CIDADE
foto - Mohammad Alberth
foto - Mohammad Alberth
ESTA EH A PEDRA ITAÚNA
foto - Mohammad Alberth
AQUI A PEDRA DOS ESPELHOS
foto - Mohammad Alberth
População estimada 2016 (1) - 91.342
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 1.258,660
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 67,72
Código do Município 3113404
Gentílico - caratinguense
ORIGEM DO NOME
A denominação do município Caratinga, de origem indígena, (cará / tinga = branco) é devido à falta de alimentação diversificada, o que fazia com que os primeiros habitantes da região se alimentassem de um tubérculo muito encontrado na região na época do povoamento, um cará-branco que servia de alimento para os índios
Gentílico: caratinguense
Histórico
CARATINGA MINAS GERAIS Monografia - nº.° 340 Ano: 1966 
ASPECTOS HISTÓRICOS
A Decadência da mineração nos sertões planaltinos provocou, em fins do século XVIII e princípios do XIX. um refluxo de povoamento do interior para o litoral, determinando a vinda de muitos braços válidos às zonas de "mata" da Encosta do Planalto favoráveis à agricultura e ainda cobertas, então, pelo seu manto florestal primitivo.



Diversos fatores concorreram para que esta região tivesse ficado, por tão longo tempo, à margem do povoamento; avultando, sem dúvida, entre eles, a formidável barreira da floresta tropical que, da Bahia (margem esquerda do Paraguaçu) para o sul, se estendia "ininterruptamente, vestindo os flancos e os altos das serras que bordam o litoral", até a altura da então Capitania de São Paulo. 
Para ela haviam fugido as tribos indígenas que não se tinham submetido ao domínio do colonizador quando da conquista do litoral e, mais tarde, desde os princípios do século XVIII, do planalto.



Na parte norte da Encosta Planaltina, algumas penetrações haviam sido feitas já no século XVI compreendidas ainda no chamado "ciclo das entradas". Entre eras, cumpre destacar a de Spinosa ao rio São Francisco, em 1553, e a de Sebastião Fernandes Tourinho, através dos rios Guandu e Manhuaçu, ao rio Doce, em 1573. 
Na bacia do rio Doce, a colonização, em sua fase mineradora , atinge os altos afluentes do rio lavrando-se, desde meados do século XVIII, ouro em pequenas proporções nos rios Suaci-Grande, Cuieté (Caratinga) e Manhuaçu. Várias cidades atuais desta zona nasceram dos acampamentos dos faiscadores de ouro.


Em fins do século XVIII, ao declinar a produção aurífera das Minas Gerais, afrouxa-se a política restritiva do governo colonial, que chega mesmo a incentivar uma campanha de "pacificação dos índios" às "áreas proibidas", na região norte da Encosta Planaltina. 
O pioneirismo no desbravamento do território do atual Município de Caratinga é atribuído a Domingos Fernandes de Lara, natural de Araponga Município de Viçosa. Teria vindo, em companhia de amigos, serviçais, escravos e "índios catequizados", à procura da poaia (ipecacuanha.), abundante na região e de grande valor comercial. Acredita-se que ali tenha permanecido desde o princípio de 1841 até 1847.



Propagando-se as notícias das riquezas da região habitada por índios de índole mansa atraíram a mesma, em 1847 ou 1848, João Caetano do Nascimento, João Antônio de Oliveira e João José da Silva., vindos com o intuito de aí se estabelecerem em definitivo. Abrigando suas famílias em habitações provisórias, começaram eles a esquadrinhar a região, a procura de local apropriado a sua fixação. Percorreram os vales dos rios Caratinga, Manhuaçu, João Pinto e Cuieté (baixo curso do Caratinga), até o rio Doce. Abandonaram logo a. zona do vale do Cuieté, devido ao clima e as febres. Em seguida, separaram-se, dirigindo-se João Caetano Fara a região dos rios Preto e Jacutinga.



Em sua viagem de regresso, procurou João Caetano atingir as nascentes dos rios Laje e Preto, fixando-se de vez em um dos contra fortes da serra que mais tarde ficou conhecida por "da Jacutinga". Legitimou, então, como posseiro, o seu direito sobre vastas sesmarias, trazendo parentes e amigos para participarem da exploração das novas terras. Surgiu assim a povoação, cujo rápido desenvolvimento lhe valeu a criação do conselho distrital em junho de 1848, sua elevação à categoria de paróquia em 1873, e sua autonomia da de Manhuaçu, em 1890.



Gozando da posição privilegiada de ponta de trilhos serviu de apoio as penetrações para o norte em direção ao rio Doce. Constituiu-se, assim, como o principal centro urbano da margem direita daquele rio Projetou-se como centro regional de amplo raio de ação. 
O advento da rodovia federal Rio-Bahia, cortando-lhe o território, aproximou-o mais dos grandes centros. ativando seu comércio e seu desenvolvimento.
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE CARATINGA, MINAS GERAIS
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE CARATINGA, MINAS GERAIS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Já esteve aqui? Conte sua Aventura